A redução do crédito malparado continuará a ocupar os bancos portugueses nos próximos anos, segundo um estudo da consultora Oliver Wyman, que estima que Portugal é dos países europeus com menos trabalhadores em bancos face ao número de habitantes.

De acordo com o relatório hoje divulgado pela Oliver Wyman sobre o sistema financeiro europeu, no final de 2016, havia em Portugal 45,1 bancários por cada 10 mil habitantes, um número 20% abaixo dos 56,7 bancários que havia em 2012 em Portugal por cada 10 mil habitantes.

Estes valores confirmam a redução de milhares de trabalhadores que houve nos últimos anos no sistema bancário português.

Com menos bancários do que Portugal, segundo este estudo, estão apenas Espanha e Grécia.

(...)