[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Quase 3500 novos furos de água nos últimos quatro meses

Luciano Alvarez

por:  Luciano Alvarez

22.Novembro.2017


Agência Portuguesa do Ambiente registou uma média de 870 novos furos subterrâneos por mês entre Junho e fim de Setembro. Grupo de trabalho da seca recomenda contenção e mais fiscalização.

Foto:  Grupo de trabalho apela a esforço de fiscalização de eventuais furos ilegais
Adriano Miranda
Grupo de trabalho apela a esforço de fiscalização de eventuais furos ilegais

Entre o dia 1 de Junho e 30 de Setembro deste ano foram feitas 3467 novas captações de água subterrânea (furos) e regularizadas 1769 já existentes, segundo revela o relatório de 31 de Outubro do Grupo de Trabalho de assessoria técnica à Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca.

Atendendo à situação da seca severa e extrema que continua a atingir praticamente todo o país e à diminuição dos volumes de água armazenados, tanto nas albufeiras como nas águas subterrâneas, o grupo de trabalho recomenda a limitação e o licenciamento de novas captações “ao estritamente necessário” e “após uma análise cuidada da sua sustentabilidade”. Isto para “não colocar em causa as [captações já] existentes”.

Em Portugal existem cerca de 60.000 captações, superficiais e subterrâneas, licenciadas.

PÚBLICO -

   Foto: Ainda de acordo com o relatório, que cita números fornecidos pela Agência Portuguesa de Ambiente (APA), no mesmo período em análise foram feitas 159 novas captações de água à superfície e 157 regularizações de pontos de recolha já existentes.

()

Sem comentários: