[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

SICAD LANÇA CAMPANHA DE SENSIBILIZAÇÃO CONTRA O USO NOCIVO DO ÁLCOOL


  • SICAD
 
 31/10/2017
 
O SICAD, no âmbito do Fórum Nacional Álcool e Saúde (FNAS), lança hoje uma campanha publicitária que pretende sensibilizar os pais de jovens até aos 18 anos para o uso nocivo de bebidas alcoólicas.

Há Conversas Mais Fáceis foi o mote para o concurso promovido pelo Clube de Criativos em parceria com a Autorregulação Publicitária (ICAP) e o SICAD, tendo sido ganho por Gonçalo Martinho e Roberta Batista, ambos criativos da FCB Portugal, que produziram três suportes visuais que, a partir de hoje, serão divulgados através das plataformas digitais do SICAD e posteriormente distribuídos por Centros de Saúde e Unidades Hospitalares. 

Os três suportes publicitários dirigem-se aos pais de jovens menores de 18 anos e alertam para a importância do diálogo familiar nas questões relacionadas com o consumo de bebidas alcoólicas. Sob um fundo de cor sólida, o lettering forte destaca a mensagem e, de algum modo, relativiza o constrangimento que pais e mães possam sentir ao abordarem, com os seus filhos, esta temática. 

Recordamos que, segundo o IV Inquérito Nacional ao Consumo de Substâncias Psicoativas na População Geral, Portugal 2016/17, o consumo de álcool apresenta subidas das prevalências ao longo da vida, quer entre a população total (15-74 anos) quer entre a população jovem adulta (15-34 anos), e entre homens e mulheres pelo que a prevenção, com ênfase nos mais jovens, se torna essencial para tentar reverter estes dados.
O Fórum Nacional Álcool e Saúde (FNAS) é uma plataforma em que um conjunto alargado de entidades aderem a uma carta de compromisso, que concorre para um agregado de objetivos com base nas metas do Plano Nacional para a Redução dos Comportamentos Aditivos e Dependências, designadamente nas que dizem respeito ao álcool. Nesta plataforma estão representados vários quadrantes da sociedade civil portuguesa desde os órgãos institucionais às associações relacionadas com a produção e distribuição de bebidas alcoólicas. 
 
(...)

Sem comentários: