[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

ASAE só consegue apanhar 12 menores por mês a beber álcool

Jovens

 
Lei alterada em 2015 estipula que os pais ou tutores sejam notificados se o jovem for reincidente num episódio de intoxicação alcoólica
Fernando Veludo/NFactos
Lei alterada em 2015 estipula que os pais ou tutores sejam notificados se o jovem for reincidente num episódio de intoxicação alcoólica

 A legislação que proíbe a venda e consumo de álcool a menores de 18 anos já tem quase dois anos e meio, mas a Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apenas consegue identificar, em média, 12 jovens por mês a ingerir bebidas alcoólicas em locais públicos.

 Este ano (até 15 de Novembro), o número de menores identificados nestas circunstâncias até está a aumentar ligeiramente face a 2016 (133, quando em todo o ano passado foram 108), mas estes dados estão muito longe de ser representativos da dimensão do problema.
Num balanço do primeiro ano e meio de aplicação da legislação (que em Julho de 2015 aumentou dos 16 para os 18 anos a idade legal para consumir todo o tipo de bebidas alcoólicas, cerveja e vinho incluídos), em Dezembro de 2016, a ASAE adiantava que tinha identificado 198 menores por beberem álcool em locais públicos.

"Situações flagrantes"

Além de o aumento ser pouco significativo, está longe de representar o que se passa na realidade. “Basta sair à noite e ao fim-de-semana para se perceber que estas situações [consumo de álcool por menores] são flagrantes, sobretudo nos grandes centros urbanos”, sublinha Bruno Figueiredo, da associação sindical dos funcionários da ASAE.

(...)

Sem comentários: