[ Director: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano X

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Programa de arrendamento acessível dá isenção fiscal a quem partilha casa

O programa do Governo vai beneficiar quem arrendar parte da sua habitação a preços acessíveis e com um contrato de longa duração, pois não pagará o imposto de 28% sobre o valor da renda cobrada.


Partilhar casa com renda acessível dá isenção fiscal, noticia o Jornal de Notícias (JN) esta terça-feira. O Governo apenas exige que a renda seja 20% inferior ao valor médio do mercado.

Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação, garantiu, de acordo com o JN, que o programa do Governo de incentivo à disponibilização de casas com rendas acessíveis vai permitir que a coabitação beneficie a isenção fiscal.

Este novo programa do Governo vai beneficiar quem arrendar parte da sua habitação a preços acessíveis e com um contrato de longa duração, pois não pagará o imposto de 28% sobre o valor da renda cobrada. O decreto-lei que regulamentará este programa deverá ficar pronto no final de março de 2018.

De acordo com Ana Pinho, a iniciativa do Governo nasce do elevado número de habitações subocupadas em todo o país.
(...)

Sem comentários: