[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

TV por subscrição capta 116 mil novos clientes

 Autor: ANACOM
 

No final do 3º trimestre de 2017 existiam cerca de 3,8 milhões de assinantes do serviço de distribuição de sinais de televisão por subscrição, mais 33 mil do que no trimestre anterior e mais 116 mil do que no período homólogo, o que se traduz num crescimento de 3,2%. Neste período, 92 em cada 100 famílias clássicas dispunham do serviço.

O grupo NOS detinha a quota de assinantes mais elevada (43%), seguindo-se a MEO, a Vodafone e a NOWO com quotas de 38,1%, 14% e 4,7%, respetivamente. A Vodafone foi o prestador que, em termos líquidos, mais assinantes captou no 3º trimestre.

O crescimento do número de assinantes do serviço de televisão por subscrição deve-se, em boa medida, às ofertas suportadas em fibra ótica (FTTH/B), cujo número de subscritores aumentou 27,3% face ao período homólogo, o que corresponde a mais 269 mil novos clientes. Estes números transformam a fibra ótica na segunda tecnologia mais utilizada na televisão por subscrição, responsável por 33,4% do total de assinantes do serviço. O cabo ainda continua a ser a principal tecnologia de suporte do serviço de televisão paga, com 36,1% do total de assinantes, enquanto o xDSL e o DTH foram utilizados por 15,7% e 14,8% dos assinantes, respetivamente.

Do total dos clientes de televisão paga, estima-se que 93,6% contratem o serviço no âmbito de um pacote. O número de assinantes com o serviço de televisão paga integrado em pacote aumentou 8,2% em termos homólogos.
(...)

Sem comentários: