[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Produtos lácteos foram os que mais subiram em 2017




Os preços dos alimentos sofreram um aumento generalizado em 2017, mas foram os produtos lácteos que mais subiram. Só o preço do açúcar se manteve.
Os preços dos alimentos sofreram um aumento generalizado em 2017, mas foram os produtos lácteos que mais subiram. Só o preço do açúcar se manteve.

Os preços mundiais dos alimentos aumentaram 8,2% em 2017 em relação a 2016, sobretudo o leite, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

O índice da agência da ONU registou uma média de 174,6 pontos em 2017, a média mais alta desde 2014. Mesmo assim, apenas em dezembro, o índice caiu 3,3 pontos em relação a novembro, para 169,8 pontos. No ano passado, à exceção do açúcar, todos os alimentos básicos aumentaram.
Enquanto o aumento global nos preços da manteiga marcou o ano, o maior crescimento de preços foi registado nos produtos lácteos, com uma subida de 31,5% no índice em relação a 2016. Em dezembro, o preço dos produtos lácteos marcou o ritmo, perdendo 9,7% devido às grandes quantidades de exportação e à fraca procura de leite em pó desnatado e inteiro.

(...)

Sem comentários: