[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Vai mostrar a sua vida financeira nas lojas? Vá pensando e decida em março

Economia

Transposição de diretiva europeia de pagamentos terá atraso de meses. Regras revolucionam relação dos cidadãos com a banca. Vida financeira passa a poder ser vista por lojas autorizadas por clientes.
13 de janeiro foi a data apontada por Bruxelas para que os Estados membro transponham a diretiva europeia de pagamentos para as legislações nacionais, mas a maioria dos países, incluindo Portugal, estão atrasados na conversão.

Questionado pela TSF, o ministério das Finanças limita-se a dizer que está a ultimar o diploma e não avança mais detalhes. O documento ainda terá de ter luz verde da Comissão Nacional de Proteção de Dados, indo depois à Assembleia da República, antes de ser promulgada por Marcelo Rebelo de Sousa uma sequência de passos que pode demorar semanas ou mesmo meses.

Fonte próxima do processo garante que a expetativa é que a transposição da diretiva para o panorama legal português aconteça até ao final de março. Até lá, terão de existir iniciativas de esclarecimento à população, que deverão ficar a cargo do Banco de Portugal. O regulador já tem em mãos 13 pedidos de autorização de empresas que querem entrar no negócio da integração dos dados financeiros.

Mas o que é afinal a nova diretiva do sistema de pagamentos? 

É um conjunto de regras que vai revolucionar a forma como os cidadãos se relacionam com os bancos.

Vamos por partes.

Consequências a dois níveis
(...)

Sem comentários: