[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Iogurtes infantis com mais do dobro do açúcar recomendado


Novo estudo britânico alerta como um produto saudável como o iogurte pode contribuir para o aumento da obesidade infantil. Em Portugal, a situação também não é melhor nos iogurtes sólidos e líquidos

Para começar vale a pena fixar estes números. Um alimento para ser classificado com “baixo teor de açúcar” deve conter, no máximo, 5 gramas de açúcar por 100 gramas para os sólidos ou 2,5 gramas por 100 ml para os líquidos. Agora, um novo estudo realizado no Reino Unido vem alertar que os iogurtes infantis contêm quantidades chocantes de açúcar. A investigação feita na Universidade de Leeds, em novembro de 2016, analisou 921 produtos de cinco grandes supermercados on-line do Reino Unido, que representam 75% da fatia do mercado. Com os iogurtes divididos em oito categorias (crianças, alternativas de laticínios, sobremesa, bebidas, frutas, sabor, natural/grego e orgânico) e mesmo existindo boas evidências de que o iogurte possa ser benéfico para a saúde, os produtos no mercado variam amplamente no total de açúcares. Os resultados revelam que o valor médio para quase todas as categorias foi muito superior ao valor de referência “baixo teor de açúcar”, com uma média de 16,4g de açúcar por 100g para sobremesas e 10,8g/100g para alimentos infantis. Apenas 2% dos produtos infantis teriam recebido o selo verde indicando baixo teor de açúcar. No entanto, o iogurte natural ou grego atingiu a marca, com uma média de 5g de açúcar por 100g. Ler + (...)

Sem comentários: