[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Instauradas 33 contraordenações a 17 instituições bancárias até junho

O Banco de Portugal instaurou no primeiro semestre 33 processos de contraordenação contra 17 instituições por incumprimento das regras de comercialização de produtos e serviços bancários de retalho, sobretudo no crédito aos consumidores e depósitos bancários, foi hoje divulgado.

De acordo com a 'Sinopse de Atividades de Supervisão Comportamental - 1.º semestre de 2018' do banco central, 30 destes processos resultaram da análise de 63 reclamações, tendo os processos de contraordenação visando sobretudo questões ligadas aos depósitos bancários (13 processos) e ao crédito aos consumidores (13 processos).
Na sequência das suas atividades de supervisão, o Banco de Portugal (BdP) emitiu ainda 341 determinações específicas e recomendações, dirigidas a 57 instituições, "exigindo a correção das irregularidades detetadas ou a adoção de boas práticas".
Estas determinações específicas e recomendações incidiram, sobretudo, sobre matérias de crédito aos consumidores (136) e de depósitos bancários (110), em resultado de ações de inspeção e das prioridades definidas para as mesmas no primeiro semestre de 2018.
Segundo o BdP, de janeiro a junho foram-lhe comunicadas 7.545 reclamações de clientes bancários, numa média mensal de 1.258 reclamações (menos 1,3% do que em 2017), tendo as reclamações diminuído nas contas de depósito, mas aumentado no crédito aos consumidores e no crédito hipotecário. Ler + (...)

 

1 comentário:

nader slaem disse...

Thanks for your Information!
University of Jordan
http://www.ju.edu.jo/home.aspx