[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

‘Taxa Google’ consegue suporte de 19 países

Ministro das Finanças francês angariou novos apoiantes para a sua causa. 

A intervenção de Bruno Le Maire esta semana no Parlamento Europeu correu melhor do que era esperado. O ministro da Economia e Finanças francês conseguiu novos apoiantes para o imposto conhecido como ‘taxa Google’ e espera agora que a proposta seja aceite por unanimidade nos próximos "60 dias". São agora 19 - há um ano eram dez - os estados-membros que apoiam o projeto de Le Maire de aplicar uma taxa sobre os GAFA - Google, Apple, Facebook e Amazon - e outras gigantes tecnológicas norte-americanas que utilizam paraísos fiscais para escapar aos impostos na Europa. 
O objetivo é taxar em 3% as empresas digitais com receitas globais superiores a 750 milhões de euros ou ganhos superiores a 50 milhões na Europa. 
Só em Portugal, onde não paga qualquer imposto, a Google arrecada cerca de 100 milhões de euros por ano. Estudos indicam que a nova tributação deve levar à entrada nos cofres da União Europeia de 5 mil milhões de euros por ano. Ler + (...)

Ministro das Finanças francês angariou novos apoiantes para a sua causa.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/tv-media/detalhe/taxa-google-consegue-suporte-de-19-paises?ref=HP_Grupo1
Ministro das Finanças francês angariou novos apoiantes para a sua causa.
A intervenção de Bruno Le Maire esta semana no Parlamento Europeu correu melhor do que era esperado. O ministro da Economia e Finanças francês conseguiu novos apoiantes para o imposto conhecido como ‘taxa Google’ e espera agora que a proposta seja aceite por unanimidade nos próximos "60 dias". São agora 19 - há um ano eram dez - os estados-membros que apoiam o projeto de Le Maire de aplicar uma taxa sobre os GAFA - Google, Apple, Facebook e Amazon - e outras gigantes tecnológicas norte-americanas que utilizam paraísos fiscais para escapar aos impostos na Europa. O objetivo é taxar em 3% as empresas digitais com receitas globais superiores a 750 milhões de euros ou ganhos superiores a 50 milhões na Europa. Só em Portugal, onde não paga qualquer imposto, a Google arrecada cerca de 100 milhões de euros por ano. Estudos indicam que a nova tributação deve levar à entrada nos cofres da União Europeia de 5 mil milhões de euros por ano.

Ministro das Finanças francês angariou novos apoiantes para a sua causa.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/tv-media/detalhe/taxa-google-consegue-suporte-de-19-paises?ref=HP_Grupo1

Sem comentários: