[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Lisboa: Utentes queixam-se de que transporte fluvial na região "vai de mal a pior"

Apressados para chegar a horas ao trabalho, os utentes do transporte fluvial na região de Lisboa, que embarcavam e desembarcavam esta quarta-feira, pelas 09:30, na estação do Cais do Sodré, queixam-se de que “o serviço vai de mal a pior”.

“O serviço que está a ser prestado é péssimo. Alguém tem que fazer alguma coisa com isto, ou seja, neste caso, o Governo, porque isto é ao Estado que pertence, não é uma entidade privada”, afirmou à agência Lusa Sónia Madeira, que utiliza o barco diariamente nas deslocações de casa para o trabalho, através da travessia Cacilhas – Lisboa.
Segundo esta utente, a situação de degradação do transporte fluvial “arrasta-se há meses, de dia para dia está cada vez pior”, com supressões “quase diariamente”.
“As pessoas compram o passe, mas depois os serviços são péssimos. Não há barcos. A solução só passa por ter novos barcos, porque isto assim não dá. Isto é até acontecer uma desgraça aqui no rio [Tejo], seja com Seixal, seja com Cacilhas, seja com Montijo, ou seja, com todos os utentes que, diariamente, têm que usar este serviço, este mau serviço”, alertou Sónia Madeira, reforçando que “o serviço vai de mal a pior”. Ler + (...)