[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Desde 2009 que não se vivia tanto de crédito. Da habitação ao carro, portugueses bateram recordes

O crédito à habitação foi o que mais cresceu e voltou a níveis pré-crise. O Banco de Portugal justifica o aumento do recurso a crédito com o melhor desempenho da economia, a redução do desemprego e o crescimento dos salários.

Há um número recorde de devedores dos cartões de crédito. Os dados do Banco de Portugal indicam 137 mil portugueses em incumprimento, numa dívida acima dos três mil milhões de euros. Apesar de todos os alertas do regulador ao longo dos últimos meses estão também a crescer os empréstimos para comprar carro e casa.
Quem quer casa...pede empréstimo ao banco. Em 2018, foi este este tipo de crédito que mais cresceu em comparação com o ano anterior: 19,1%. Atingiu o valor mais elevado desde 2010, noticia o jornal "Público". Ler + (...)

Sem comentários: