[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

LIVRO NEGRO DOS SEGUROS

Os atropelos sucedem-se . Daí que importe revelá-los. Para que a realidade se não ignore.

Os consumidores que celebrem contratos de seguro têm de estar cientes dos termos em que o fazem, quer se trate de seguros obrigatórios como de facultativos.
E não se podem esquecer que, mesmo depois de celebrados os contratos, dispõem de um dado lapso de tempo para darem o dito por não dito (30 dias nuns casos, 14 noutro). Algo que terá de lhes ser comunicado no momento da celebração.
Problemas outros  que confundem os consumidores:
. Interpretações particulares de seguradora para seguradora aerca do âmbito das coberturas.
. Imposição de eventual reparação por técnicos da própria seguradora, sem os requisitos exigíveis: caso o segurado recuse, o valor oferecido como indemnização poderá situar-se aquém do valor real em cerca de 40%, sem que de tal o segurado se dê conta… Ler + (...)

Sem comentários: