[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 11 de março de 2019

Empresas florestais querem contribuintes a pagar limpeza de terrenos

Os proprietários florestais garantem que não têm dinheiro para limpar os terrenos todos os anos, como manda a lei. Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente sugere que a limpeza passe a ser paga pelos contribuintes, através da taxa adicional ao imposto sobre combustíveis.
O prazo dado pelo Governo aos proprietários para limparem os terrenos florestais, no âmbito da prevenção dos incêndios, termina na próxima sexta-feira, 15 de março. Depois disso, quem não limpou vai ter de pagar multa.

O presidente da Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA), Pedro Serra Ramos, acredita que este ano vai haver menos limpezas. Por um lado, porque muitos proprietários não têm dinheiro para limpar os terrenos, por outro porque várias empresas que fazem esse trabalho estão a vender o material que compraram no ano passado. "Basta abrir vários sites na internet para ver tratores com destroçadores de mato à venda ou empresas que realizam este tipo de serviços a colocar anúncios à procura de trabalho", diz Pedro Serra Ramos. Ler + (...)

Sem comentários: