[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 21 de março de 2019

Lavar ruas e encher piscinas pode ser proibido temporariamente se a seca agravar

O Governo ordenou à Águas de Portugal a pré-contratação de camiões cisternas para o risco de haver aldeias que venham a precisar de ser abastecidas com água, como aconteceu há dois anos em Trás-os-Montes e Beira Baixa.

A situação no país não é ainda grave, como a seca severa de 2017, mas é já “preocupante”, admitiu o ministro do Agricultura, Capoulas Santos,  esta quarta-feira, no final da reunião do grupo interministerial que gere as crises de seca.
O ministro do Ambiente, que integra a Comissão Interministerial de Acompanhamento da Seca a par do ministro da Agricultura coloca mesmo em cima da mesa algumas medidas restritivas, no caso da situação se agravar:  Lavar as ruas, encher piscinas e regar zonas verdes pode vir a ser proibido temporariamente. Ler + (...)

Sem comentários: