[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Quase 50% das famílias portuguesas não paga IRS

Dos 54% dos agregados familiares que suportam o imposto, são os contribuintes com rendimentos brutos entre os 13.500 euros e os 50 mil euros – a classe média – que pagam a maior percentagem de IRS: quase 44%. Já perto de 2,4 milhões dos contribuintes não pagam imposto (46% do universo total).

Das 5.180.643 famílias portuguesas que declararam os rendimentos anuais às Finanças em 2017, quase metade,  mais de 46%, não pagaram IRS: 2,4 milhões de agregados do universo total que declarou IRS. Os restantes 55% agregados suportaram o pagamento de 11.527 milhões de euros, numa receita para o Estado que representa mais 776 milhões de euros face a 2016 devido face ao aumento do número de famílias que pagaram imposto naquele ano.

De acordo com os dados estatísticos divulgados pela Autoridade Tributária, cujas estatísticas reportam sempre ao penúltimo ano de entrega do IRS, 46,2% dos agregados, ou seja, 2.383.996 famílias ficaram isentas de pagar esse imposto. Enquanto  2.796.647 agregados suportaram o pagamento do imposto em 2017, registando um aumento de 6,3% –  mais 165.210 famílias a pagar IRS. A percentagem de contribuintes que não paga IRS é ainda maior se análise incidir apenas nos rendimentos sobre trabalho dependente e pensões (excluindo rendimentos de outras categorias como empresariais e profissionais, de capitais, prediais e incrementos patrimoniais): 52% não paga imposto com o IRS liquidado a representar apenas 48% dos contribuintes. Ler + (...)

Sem comentários: