[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Taxa de poupança das famílias desceu "marginalmente" para 4,5%

A taxa de poupança das famílias desceu para 4,5% do rendimento disponível no primeiro trimestre, menos uma décima do que no último trimestre de 2018, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com as Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional, hoje divulgadas, a taxa de poupança das famílias desceu "marginalmente" em 0,1 pontos percentuais (p.p.), para 4,5% do rendimento disponível entre janeiro e março, face aos 4,6% registados no trimestre anterior.
O gabinete de estatísticas nacional explica que esta evolução resultou do aumento de 0,9% da despesa de consumo final, superior em 0,1 p.p. ao crescimento do rendimento disponível.
Segundo o INE, "a evolução do rendimento disponível das famílias foi determinada pelo crescimento de 1,1% das remunerações, que explicam 0,7 p.p. do aumento do rendimento". Ler + (...)

 

Sem comentários: