[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Taxa que já não devia existir há dois anos continua a pesar na fatura do gás

Taxa cobrada pelos municípios às empresas distribuidoras de gás natural ainda se traduz nas faturas das famílias. Fim da cobrança aos consumidores estava previsto no Orçamento do Estado desde 2017.

A medida foi aprovada no Orçamento do Estado de 2017, mas, passados dois anos, ainda nada mudou. O PS e os partidos que apoiam a solução do governo à esquerda acordaram o fim do peso da taxa de ocupação do subsolo (TOS) na fatura do gás natural dos consumidores,
Trata-se de uma taxa cobrada pelos municípios às empresas distribuidoras de gás natural pela utilização do espaço subterrâneo por onde passam as canalizações - um valor que essas mesmas empresas fazem refletir nas faturas das famílias. Ler + (...)

Sem comentários: