[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 9 de julho de 2019

Dar ferrovia à CP pode prejudicar consumidores e Estado

A Autoridade da Concorrência está preocupada com a opção de entregar à CP um contrato de serviço público sem procurar concorrência.

A Autoridade da Concorrência alerta que o Estado e os consumidores arriscam-se a ficar a perder com a opção de entregar por ajuste direto à CP, sem concurso público, o serviço público ferroviário de passageiros.
Dias depois do Governo ter anunciado para breve a assinatura do futuro contrato de serviço público com a CP, a Autoridade da Concorrência (AdC) divulgou agora uma recomendação fechada em dezembro, que alertava para os riscos de não fazer um concurso público internacional e seguir as opções previstas num Decreto-Lei que transpôs para Portugal a diretiva da União Europeia sobre a gestão e utilização da infraestrutura ferroviária nacional. Ler + (...)

Sem comentários: