[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 18 de julho de 2019

ESCOLAS COMO ALFOBRES DE DADOS SENSÍVEIS DOS SEUS ALUNOS

Dos jornais, de há anos:

“Escolas permitem recolha ilegal de dados de alunos
Uma empresa foi multada por recolha ilegal de dados nas escolas e teve ordem para destruir ficheiros, um deles com mais de 122 mil registos. A Direcção Regional de Educação do Norte pede às escolas que não contribuam para estas situações.

Segundo a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD), a Joviform, empresa de consultadoria empresarial do grupo Unicenter (que tem morada no Porto e comercializa cursos de Inglês e Informática) foi multada por, entre outros incumprimentos das disposições legais, ter recolhido e tratado “dados de menores sem que os seus representantes legais tivessem autorizado nesse sentido”, lê-se na deliberação adoptada. “
Dados da mais diversa índole se concentram nos estabelecimentos de ensino. Dados de dimensão, volume e sensibilidade assinaláveis.
Que reflectem aspectos íntimos da vida privada dos escolares como das famílias.
Porque atinentes a um universo com peculiaridades próprias. Ler + (...)

Sem comentários: