[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 25 de julho de 2019

“IVA na restauração é uma folga que o país tem”. Pode ser mexido em caso de necessidade, diz Rui Rio

Líder do PSD critica ataques a autarcas nos incêndios. Pede eficácia ao Governo a lidar com greve de motoristas e, mais do que "mais empregos", promete "melhores" empregos. Regionalização? "Não sei." 

A redução da semana de trabalho para as 35 horas e a descida do IVA da restauração para 13% são medidas fortemente criticada pelo PSD. Mas o programa eleitoral não reflete essas bandeiras, porque o partido prefere privilegiar a estabilidade e usar a folga do IVA — 600 milhões — em caso de necessidade. Rui Rio, em entrevista à Rádio Observador, esta quinta-feira admitiu ainda que é necessário “redimensionar” a Função Pública.

“O pré-programa eleitoral eleitoral chegou a ter” uma subida do IVA na restauração, admitiu Rui Rio, lembrando que estão em causa 600 milhões de euros. “É uma folga que o país tem, que pode ser mexida” caso seja necessário, acrescentou o líder do PSD. Rio defendeu ainda um “equilíbrio na qualidade dos serviços para não andar sempre em mudanças” e é assim que justifica não mexer nas 35 horas. Ler + (...

Sem comentários: