[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 30 de julho de 2019

Prestação da casa vai ter maior queda em três anos. Agradeça a Draghi

Reduções nos encargos mensais vão de 0,78% a 1,58%, beneficiando todos os contratos revistos em agosto. É preciso recuar até ao verão de 2016 para ver quedas mais expressivas. 

 Muitos portugueses preparam-se para ir de férias com duplas razões para sorrir. Para além do merecido descanso, vão sentir em agosto o maior alívio dos últimos três anos na prestação da casa. O brinde é de Mário Draghi, que acenou com a possibilidade de novas descidas dos juros na Zona Euro.

As revisões de agosto trazem prestações mais baixas para todos os empréstimos da casa independentemente do indexante associado: Euribor a 3, 6 ou 12 meses. As reduções nos encargos mensais vão dos 0,78% aos 1,58%, as mais acentuadas dos últimos três anos. Ler + (...)

Sem comentários: