[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 6 de agosto de 2019

Há quase sete alunos por computador nas escolas. Onde anda o Magalhães?

Durante o Governo de Jose Sócrates, uma das iniciativas foi atribuir a cada aluno do primeiro ciclo o acesso ao Magalhães, um computador construído em Portugal, focado essencialmente no ensino. 

A ferramenta era gratuita para os estudantes do primeiro escalão de ação social escolar, mas com um máximo de 50 euros para qualquer outro aluno. Uma medida que visava claramente mudar as salas de aulas com tecnologia, promovendo a literacia informática nos mais jovens.
Passados 10 anos sobre essas medidas a realidade é bem diferente. Segundo o relatório da DGEEC (Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência), no ano letivo de 2008/2009, com a introdução do Magalhães, havia um computador por aluno nas salas de aula. Um salto significativo quando no ano anterior a média era de 15 alunos por PC, e recuando a 2001/2002 havia praticamente um computador por sala de aula. Mas saltando para o presente, a média está novamente a aumentar. À semelhança do ano passado, atualmente existe uma média de sete computadores para cada aluno na sala de aula (6,6). Ler + (...)

Sem comentários: