[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Livreiros queixam-se de atrasos do Estado no pagamento de manuais escolares

Com o início do ano letivo à porta, os livreiros dizem que o Estado está atrasado no pagamento dos manuais escolares já disponibilizados em troca de vouchers. Pedem rapidez ao Ministério da Educação. 

 A quinze dias do arranque do novo ano letivo, a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) denuncia os atrasos do Estado no pagamento dos manuais escolares já disponibilizados às famílias em troca dos vouchers emitidos desde o início de julho para os anos de continuidade (2.º, 3.º, 4.º, 6.º, 8.º, 9.º, 11.º) e desde o começo de agosto para os anos de início de ciclo (1.º, 5.º, 7.º, 1.0º e 12.º).

 “Um número significativo de livrarias e papelarias não está a receber atempadamente o pagamento por parte do Estado referente aos manuais já disponibilizados às famílias em troca de vouchers, o que lhes causa sérios constrangimentos de fundo de maneio“, frisa a APEL, em comunicado. Os livreiros apelam, por isso, ao Ministério da Educação para que tome “rapidamente as diligências necessárias” para resolver esta situação de “estrangulamento financeiro” destas empresas. Ler + (...)

Sem comentários: