[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

MUDA-SE DE “MOLEIRO”… NÃO SE MUDA DE LADRÃO!

“Estou a trabalhar fora do país há já uns anos.
Mercê de dificuldades de relacionamento com o meu fornecedor de sempre de energia eléctrica, decidi mudar. Celebrei com um comercializador espanhol um contrato de fornecimento de energia eléctrica para uma casa que tenho no Centro-Oeste.
As facturas eram pagas por transferência bancária após a sua apresentação no endereço electrónico que me serve.
Todos os contactos, foi o que se estabeleceu, se deviam fazer por esse meio.
A empresa sabe que a casa só episodicamente está ocupada.
Sem ter quaisquer consumos, paguei regularmente as facturas que me eram apresentadas por estimativa. Até admito que haja falhado uma só factura, por razões ponderosas, mas, contas feitas, o saldo até me era favorável.
Sem ter recebido qualquer aviso (nem para o meu domicílio habitual nem para o ocasional), a energia foi-me cortada. A casa não dispõe de energia eléctrica desde Março p. p.º. Ler + (...)

Sem comentários: