[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

ADSE vai exigir relatório médico para justificar excesso de análises

De acordo com a nova tabela da ADSE, passa a estar vedada mais do que uma intervenção cirúrgica por dia paga pelo subsistema de saúde dos funcionários públicos. 

O Conselho Geral e de Supervisão (CGS) da ADSE reúne-se esta quinta-feira, para analisar a proposta do conselho diretivo sobre as novas tabelas de preços para prestadores do regime convencionado. Para controlar os excessos, mas também os abusos, a nova tabela para o regime convencionado prevê que “sempre que se verifique a realização de um número significativo de análises clínicas, de forma repetida, num determinado período, a ADSE pode exigir um relatório médico justificativo da sua necessidade clínica“, avança a TSF que consultou a proposta.
O presidente do CGS, João Proença, disse ao ECO e à Lusa que “será ainda uma análise preliminar”, e que não está prevista a emissão de um parecer por parte do conselho, na sequência da reunião desta quinta-feira, até porque, se trata de um documento provisório. Em causa está um documento de trabalho para a revisão das tabelas de preços no regime convencionado que, em agosto, o Conselho Diretivo da ADSE remeteu ao CGS. Ler + (...)

 

Sem comentários: