[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Economia digital vale pelo menos 5% do PIB mundial

A primeira edição do “Digital Economy Report”, elaborado pelas Nações Unidas, alerta para a diferença entre os países “subconectados” e os “hiperdigitalizados”. Juntas, África e a América Latina representam menos de 5% da colocação mundial de centros de dados.

Imagine que tem de percorrer um longo caminho e se vê obrigado a definir vários locais de paragem nesse percurso. Olhou para o GPS, estabeleceu as metas, seguiu viagem e, à medida que andava, as estradas começavam a mudar de posição a uma velocidade alucinante. É o que está a acontecer com a digitalização – aquilo a que as Nações Unidas chamam “alvo em movimento” e que está a complicar o trabalho dos legisladores, que procuram implementar políticas sólidas relacionadas com a economia digital.
A primeira edição do “Digital Economy Report”, elaborado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla inglesa), demonstrou que ainda pairam dúvidas sobre o impacto económico das novas tecnologias, inclusivamente no próprio conceito de “economia digital”. Logo, consoante aquilo que abrangera definição, as estimativas apontam para que represente entre 4,5% a 15,5% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial. Ler + (...)

Sem comentários: