[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Certificados captam valor mais baixo desde novembro

O investimento nos produtos de poupança do Estado desacelerou em setembro. A aposta em certificados de aforro e do Tesouro engordaram 16 milhões de euros, o montante mais baixo desde novembro. 

Os produtos de poupança do Estado continuam a perder brilho entre os aforradores portugueses. Em setembro, o investimento em certificados de aforro e do Tesouro engordou 16 milhões de euros, o montante mais baixo dos últimos dez meses. A maior parte do dinheiro voltou a ter como destino os certificados do Tesouro, mas a progressão deste produto é cada vez mais curta.
De acordo com o último boletim estatístico do Banco de Portugal, o investimento em certificados do Tesouro cresceu 11 milhões de euros, em setembro, para atingir um máximo histórico de 16.959 milhões de euros. Ler + (...)

 

Sem comentários: