[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Obesidade, a epidemia: "Há 1,4 milhões de pessoas obesas em Portugal"

“O investimento no tratamento da obesidade ainda é muito desigual. Pouco é feito pela maioria dos casos e pelos doentes que esperam pela cirurgia”.

A Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade e a Adexo - Associação de Doentes Obesos e Ex-obesos de Portugal unem-se para alertar para o investimento desigual no tratamento da obesidade e para as dificuldades de acesso ao tratamento farmacológico que poderia beneficiar tanto os doentes com obesidade de grau I e II, como os que têm obesidade mórbida ou de grau III que se encontram em lista de espera para a cirurgia bariátrica.

“A obesidade tem um enorme impacto na saúde, estando associada a múltiplas patologias, como diabetes, dislipidemia, hipertensão arterial, apneia do sono, síndrome metabólica, doenças cardiovasculares, incontinência urinária, determinados tipos de cancro, alterações musculoesqueléticas, infertilidade, depressão, diminuição da qualidade de vida e mortalidade aumentada, o que faz com que tenha também um enorme impacto económico na sociedade, pelos seus custos diretos e indiretos. É, portanto, urgente agir no sentido de tratar os casos de obesidade já instalada e prevenir os novos casos, através de estratégias de educação alimentar, prática de exercício físico e incentivo à modificação comportamental”, destaca Paula Freitas, presidente da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade (SPEO). Ler + (...)

Sem comentários: