[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Compulsão alimentar: o stress e a ansiedade fazem comer mais

Comer uma fatia de um bolo de chocolate de vez em quando não é nenhum pecado. Mas quando o desejo de devorar um bolo inteiro se torna frequente, é melhor ficarmos atentos. Podemos estar a procurar aliviar momentos mais tensos comendo demais! 
Qualquer pessoa, num determinado ou noutro momento da vida, passa por fases de preocupação e de stress, que podem desencadear manifestações físicas (palpitações, tonturas, dores no peito, fadiga, vertigens, etc) ou manifestações psicológicas (ansiedade, depressão, nervosismo, irritabilidade, confusão, medo, etc).

Algumas pessoas procuram aliviar estes momentos mais difíceis com comida ou com outros vícios, como por exemplo beber álcool e/ou fumar. A compulsão alimentar, que é um sintoma muito comum de quem tem uma vida muito agitada, faz com que haja um aumento de peso, que é uma consequência da fuga ou da tentativa de diminuir a ansiedade e do stress em que se vive. Este comportamento, porém, pode ocasionar um ganho de peso excessivo e fazer com que haja uma interrupção do tratamento de emagrecimento (para quem o estiver a fazer) resultando nestes casos no conhecido efeito “ioiô”. Ler + (...)

Sem comentários: