[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Nasceram e cresceram rodeados de tecnologia, mas estudo sugere que os jovens portugueses não conseguem avaliar se a informação 'online' é fiável

Os jovens portugueses não conseguem avaliar se a informação ‘online’ é fiável, segundo um estudo que revela que quase metade dos alunos do 8.º ano só consegue executar “tarefas elementares” de recolha e gestão de informação.

Nasceram e cresceram rodeados de tecnologia mas afinal a maioria dos jovens de 13 e 14 anos, conhecidos como “nativos digitais”, não tem assim tanta habilidade a usar as tecnologias de informação, revela um estudo internacional que testou os conhecimentos de mais de 46 mil estudantes de 12 países e dois sistemas educativos.
Entre estes alunos, estão cerca de três mil estudantes de 215 escolas portuguesas que também participaram na 2.º edição do Internacional Computer and Information Literacy (ICILS) que avaliou duas áreas: Literacia em Computadores e Informação (CIL) e Pensamento Computacional (CT).
Resultado: Só 1% dos jovens portugueses conseguiu selecionar a informação mais relevante e foi capaz de avaliar a utilidade e fiabilidade da informação para criar produtos de informação. Dos 46 mil alunos, apenas 2% demonstrou ter capacidade para aceder de forma critica a informação ‘online’. Ler + (...)

Sem comentários: