[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Nova lei do trabalho requer "esforço acrescido" para correta aplicação

Novo Código do Trabalho entrou em vigor há pouco mais de um mês. As empresas têm de se esforçar para uma correta interpretação e aplicação das novas regras. Conheça quais são as alterações mais importantes, na opinião de Dina Cília, professora do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa (ISCAL).

 O novo Código do Trabalho tem pouco mais do que um mês de vida, mas já se fazem contas à sua aplicação na prática. Dina Cília, professora do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa (ISCAL), considera que o novo documento requer um esforço adicional para que seja corretamente interpretado e implementado. 

"Ao serem confrontadas com estas alterações às leis laborais as empresas, como entes sociais, acabam por se adaptar, melhor ou pior, às novas medidas laborais. Mas, tudo isto, gera nas empresas muita incerteza e insegurança, obrigando também a um esforço de meios humanos e financeiro acrescido; neste aspecto é necessário que os juristas, advogados, solicitadores e todos aqueles que trabalham na gestão de recursos humanos e lidam com as leis laborais, façam um esforço acrescido para a sua correcta interpretação e implementação", referiu Dina Cília, em resposta às questões colocadas pelo Notícias ao Minuto. Ler + (...)


Sem comentários: