[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Peixe-espada e atum fora do menu. Espanha recomenda a grávidas e crianças até aos 10 anos que evitem estes peixes

Em causa está a concentração de mercúrio presente nas espécies. Mulheres que estejam a tentar engravidar, que estejam grávidas ou a amamentar, e crianças até aos 10 anos devem evitar o seu consumo.

A Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição publicou novas recomendações no final de outubro para o consumo de determinados tipos de pescado, nomeadamente o atum e o peixe-espada, tubarão ou cação e Lúcio.
Em causa estão os elevados níveis de mercúrio nestas espécies, prejudiciais aos humanos quando o seu cérebro está em desenvolvimento.
Assim, as mulheres que estão a tentar engravidar, que estão grávidas ou a amamentar devem mesmo evitar o consumo, assim como as crianças até aos dez anos de idade. Entre os 10 e os 14 anos recomenda-se não mais do que 120 gramas destes peixes por mês — e procurando variar as espécies. A população em geral, pode comer entre 3 a 4 doses destes peixes por semana, sendo recomendável variar a espécie. Ler + (...)

Sem comentários: