[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Centro Hospitalar do Baixo Vouga 'fecha' espaços exteriores ao tabaco

Os espaços exteriores dos três hospitais do Centro Hospitalar do Baixo Vouga passam a ser livres de tabaco a partir do dia 1 de janeiro de 2020, informou hoje a administração hospitalar.

"Esta decisão foi tomada pelo Conselho de Administração do CHBV, depois de proposta pela Comissão Hospital Sem Tabaco, que tem por objetivo promover a cessação tabágica junto dos profissionais, dos utentes, seus familiares e junto da comunidade, contribuindo, desta forma, para a melhora da saúde individual e coletiva da região", revela uma nota de imprensa daquela entidade.
De acordo com a mesma fonte, os espaços exteriores dos três hospitais do CHBV - Aveiro, Águeda e Estarreja - passam assim a ser livres de tabaco, à semelhança do que já acontecia nos espaços interiores. Ler + (...)

 

Espanhóis impugnam judicialmente concurso para fornecimento de 22 comboios à CP

Espanhóis da CAF eram um dos três concorrentes e avançaram com contestação judicial. Contrato tem um valor de 167,8 milhões de euros.

O grupo espanhol Construcciones Y Auxiliar de Ferrocarriles (CAF) impugnou judicialmente o concurso para o fornecimento de 22 comboios regionais à CP. A ação, no valor de 167,8 milhões de euros, deu entrada na sexta-feira no Tribunal Administrativo de Lisboa, avança o Expresso esta segunda-feira.

A CAF é um dos três grupos finalistas no concurso que a CP lançou no início deste ano, a 7 de janeiro, para a compra das automotoras. Os outros dois são a também espanhola Talgo e a suíça Stadler. As propostas finais foram entregues a 4 de dezembro. Na corrida chegaram a estar também a alemã Siemens e a francesa Alstom. O vencedor deverá ser anunciado em breve. Ler + (...)

Alimentação contra o frio. As recomendações de um médico de clínica geral

Proteja-se de forma natural e viva as estações frias sem ter de se fechar em casa. Pedro Lôbo do Vale explica-lhe qual é a dieta alimentar que deve privilegiar nesta fase para aumentar as defesas do organismo e reforçar o seu sistema imunitário.

Se a estação dos atchins ainda agora se iniciou e a sua garganta já se queixa, está mais do que na hora de reforçar as suas defesas. As baixas temperaturas e uma maior concentração de pessoas no interior das casas e dos espaços públicos nos meses de temperaturas mais baixas são propícias à sobrevivência e propagação dos vírus através do ar e são sinal de que as chamadas doenças de inverno ou infeções respiratórias, que importa travar rapidamente, estão aí.
Para atuar antes que cheguem é essencial aumentar as nossas defesas, reforçando o sistema imunitário. A chave da prevenção, essencial nesta fase, está na alimentação, na adoção de um estilo de vida saudável e (também) no uso de produtos naturais, como é o caso das infusões de plantas quentes que, em ingeridas em simultâneo com a toma de suplementos alimentares, podem ser uma excelente ajuda. Além de aquecerem as mãos, também reconfortam a alma. Ler + (...)

ISP não mexe, mas combustíveis podem subir 5 a 6 cêntimos por litro em 2020

O Orçamento do Estado para 2020 não trouxe novidades no ISP, mas isso não significa que não haja subidas nos combustíveis. Taxa de carbono pode fazer subir preços em 3 cêntimos já a 1 de janeiro.

O Imposto Sobre Produtos Petrolíferos (ISP) não deverá sofrer mudanças, mas há taxas que são adicionadas a este imposto que se preparam para subir já no arranque do novo ano. E 2020 traz também um outro custo, que poderá ser diluído ou não, associado ao aumento da incorporação de biocombustíveis. No total, a fatura para os consumidores pode ascender a 5 a 6 cêntimos por cada litro.

Na proposta de Orçamento do Estado para 2020, o Governo não fez qualquer alteração ao ISP. Isto depois de anos em que este imposto tem sofrido alterações, sejam para compensar a perda de receita de IVA por parte do Estado, quando os preços estavam baixos, sejam no sentido de procurar harmonizar o peso deste entre a gasolina e o gasóleo, ao mesmo tempo que alinhava o peso da fiscalidade com os restantes países europeus. Ler + (...)

Avaliação bancária sobe para 1.312 por metro quadrado em novembro

São mais oito euros do que no mês anterior, segundo o INE.

 A avaliação que os bancos fazem das casas na hora de conceder crédito habitação aumentou para 1.312 por metro quadrado em novembro, o que significa um acréscimo de oito euros face ao valor registado no mês anterior, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE), esta segunda-feira. 

"O valor médio de avaliação bancária foi 1.312 euros em novembro, mais oito euros que o observado no mês precedente. Este valor representa um aumento de 0,6% relativamente a outubro e de 8,0% face ao mesmo mês do ano anterior", pode ler-se no relatório do INE
Do ponto de vista regional, a maior subida face ao mês anterior foi registada na Região Autónoma dos Açores. Do lado oposto, as únicas descidas registaram-se na Região Autónoma da Madeira e no Norte. 
"Em comparação com o período homólogo, o valor médio das avaliações cresceu 8,0%. A taxa de variação homóloga mais elevada para o conjunto das avaliações verificou-se no Algarve (10,3%) e a menor foi registada na região do Centro (5,3%)", pode ler-se no relatório do INE

30/12/19,  por Beatriz Vasconcelos 
Economia Casas

Transportes registaram 48 queixas por dia. De que reclamam os clientes?

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) contabilizou, nos primeiros seis meses do ano, mais de 8.700 reclamações aos operadores e prestadores de serviços do setor, adiantou o regulador. Os comboios e os autocarros lideram nas reclamações.

Um comunicado, a AMT indicou que divulga hoje o "Relatório sobre Reclamações no Ecossistema da Mobilidade e dos Transportes -- 1.º semestre de 2019", sendo que, segundo as conclusões deste trabalho, no período em análise foram registadas e tratadas pela entidade "8.713 reclamações, das quais 7.666 dizem respeito a reclamações inscritas no livro de reclamações dos diversos operadores e prestadores de serviços do setor da mobilidade e dos transportes, tendo as restantes 1.047 outras origens".

Segundo a AMT, o primeiro semestre de 2019 foi marcado por cerca de 48 queixas por dia, enquanto no segundo semestre de 2018, foram "registadas cerca de 57 reclamações por dia, o que significa um decréscimo na ordem dos 16%", lê-se na mesma nota. Ler + (...)

 

Rentabilidade dos certificados de reforma do Estado sobe para os 4,31%

A rentabilidade dos últimos 12 meses do Fundo de Certificados de Reforma (FCR) subiu para os 4,31% em dezembro, segundo o folheto informativo mensal do Instituto de Gestão de Fundos de Capitalização da Segurança Social hoje divulgado.

 Trata-se de uma subida face aos 4,00% divulgados na comunicação relativa a novembro e face aos -1,35% que se registaram em dezembro de 2018.

 Assim, em 12 de dezembro, a rentabilidade dos últimos 12 meses do FCR fixou-se nos 4,31%, com o valor total da carteira do fundo dos certificados de reforma a rondar os 48,6 milhões de euros, acima dos 44,8 milhões de euros observados na publicação equivalente referente a dezembro do ano passado. Ler + (...)

Empresas AL: Passagem de Ano no Porto esgotada. Uma noite pode custar 500 euros

A concentração das celebrações na principal artéria da cidade portuense agrada a público nacional e internacional e explica porque disparam os preços e a ocupação no Alojamento Local situado nas zonas mais centrais.

O Alojamento Local (AL) na cidade do Porto estará esgotado para a noite da Passagem de Ano, de acordo com as informações fornecidas pela Host Wise, num estudo que assenta em dados consolidados internos e estatísticas disponibilizadas por plataformas do setor como o AirDNA e PriceLabs. Ler + (...)

Novas metas do CO2 podem levar marcas a aumentar preços dos carros

Corte no dióxido de carbono entra em vigor já no primeiro dia de 2020. Novo limite é de 95 gramas/km para veículos ligeiros de passageiros e de 147 gramas para os comerciais ligeiros.

Os novos limites de emissões de dióxido de carbono (CO2) dos novos automóveis à venda na União Europeia (UE) poderão levar algumas marcas a aumentar os preços dos seus veículos, a partir de 2020. Os cortes no Co2 entram em vigor já no primeiro dia do novo ano, de 95 gramas/km para veículos ligeiros de passageiros e de 147 gramas para os comerciais ligeiros, relata o jornal “Público” esta segunda-feira, 30 de dezembro. Ler + (...)

 

134 municípios vão dar desconto no IRS em 2020

Em 2020, 134 das 308 autarquias do país vão dar descontos no IRS, sendo que 25 devolvem a totalidade da receita. As restantes 174 ficam com toda a verba transferida pelo Estado. 

 Desde 2008 que as autarquias podem optar por abdicar parte ou a totalidade da receita de IRS a que têm direito a favor dos seus munícipes. No próximo ano, vai aumentar o número de Câmaras Municipais que o fazem. Serão, ao todo, 134, sendo que entre estas há algumas que devolvem tudo. Vila Nova de Cerveira junta-se ao lote. Ler + (...)

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Guardar as 'sobras'? Oito alimentos que jamais devem ser reaquecidos

Quem tem por hábito guardar as 'sobras' para próxima refeição, necessita de ter cuidado.

Costuma aquecer os alimentos que sobraram do jantar ou do almoço? Sim, trata-se de uma ótima forma de evitar o desperdício. Porém, há alimentos que, quando aquecidos uma segunda vez podem ser prejudiciais e perigosos para a saúde e bem-estar. 
O jornal britânico Mirror divulgou uma lista de oito alimentos que jamais deve colocar novamente no micro-ondas, forno ou lume do fogão:  Ler + (...)

 

A partir de janeiro, imigrantes vão ter número da Seg. Social na hora

O objetivo é tornar o processo mais rápido.

A partir de 1 de janeiro do próximo ano, os cidadãos estrangeiros que pretendam iniciar a sua atividade profissional em Portugal vão ter acesso ao Número de Identificação de Segurança Social (NISS) na hora. O objetivo é acelerar o processo, de acordo com o Governo.

De forma a tornar o processo mais célere, a partir do dia 1 de janeiro de 2020, o NISS passa a ser atribuído na hora aos cidadãos estrangeiros que pretendam iniciar a sua atividade profissional ao abrigo dos regimes de Trabalhador por Conta de Outrem, Trabalhador do Serviço Doméstico ou Trabalhador Independente", refere a Segurança Social. Ler + (...)

37% dos portugueses alugam segunda casa para obter rendimentos extra

A esmagadora maioria dos portugueses (95%) com residência secundária têm a sua segunda casa em território nacional, conclui um estudo elaborado pela consultora imobiliária Savills e a plataforma de alojamentos para férias online HomeAway.

De acordo com o estudo «Residências Secundárias – Tendências Mundiais de Propriedade e Arrendamento», 37% alugam as casas para obter uma fonte adicional de rendimentos. Outros 34% referem que o arrendamento é para cobrir os custos de manutenção do imóvel e 14% indicam que é uma ajuda para pagar o valor do empréstimo bancários ou impostos.
Praticamente metade (43%) dos inquiridos financiam a sua segunda propriedade com uma hipoteca, 38% financiam com capitais próprios e 18% recebem como herança. Dos que possuem uma hipoteca, 47% dos proprietários amortizam entre 80% a 100% do pagamento. Ler + (...)

Vai passar a ser possível cancelar contratos de telecomunicações pela Internet

Deverá estar em funcionamento até ao final do primeiro trimestre de 2020 uma plataforma online que vai permitir cancelar contratos de telecomunicações. A medida foi confirmada pelo Governo mas os operadores levantam dúvidas quanto à exequibilidade do projeto.

Segundo confirmou o jornal Público junto do Ministério da Economia, “a Plataforma Única de Cessação de Contratos de Telecomunicações encontra-se em desenvolvimento, prevendo-se a sua disponibilização/entrada em produção no final do primeiro trimestre”.
O projeto, sob a responsabilidade da Direcção-Geral do Consumidor, permitirá cancelar "contratos com e sem fidelização”, de acordo com a fonte ministerial. Ler + (...)

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Madrid acaba com uso de telemóveis nas salas de aula

Se algum estudante não cumprir com as novas regras, será o professor ou a direção a decidir o castigo a aplicar.
O uso de telemóveis nas salas de aula da Comunidade de Madrid vai ser proibido já a partir do próximo ano letivo, avança o jornal espanhol El Mundo.

O Governo de Isabel Ayuso pretende modificar a norma que vai abranger e afetar cerca de 800 mil estudantes de 1700 institutos de ensino. Ler + (...)

Há cada vez mais pessoas a vender os presentes de Natal na Internet

No dia 25 dezembro, por volta do meio dia, a plataforma Rakuten já registava 500.000 anúncios. 

 Já começa a ser uma tradição. No dia seguinte à noite da consoada, multiplicam-se os anúncios de presentes de Natal em plataformas online, como é o caso da Rakuten. Ao meio dia de dia 25 de dezembro, a Rakuten já somava 500.000 anúncios, face aos 300.000 registados no mesmo período do ano anterior. 

De acordo com o Le Figaro, que falou com a diretora de marketing da plataforma, entre os artigos mais vendidos e mais procurados estão, por exemplo, jogos da Lego e da Playmobil e até mesmo de tabuleiro. Ler + (...)

Rússia desliga-se da internet mundial e testa com sucesso internet própria

Plano da Rússia para desligar-se da internet mundial já é antigo. Resultados vão ser partilhados com o presidente russo Vladimir Puti.

A Rússia testou com sucesso uma rede própria de internet, conhecida no país como RuNet, no dia 23 de dezembro, tendo sido capaz de desligar-se da restante rede global de internet sem que os utilizadores russos tivessem dado por isso. A garantia é dada pelo Ministério do Desenvolvimento Digital, Comunicações e Meios de Comunicação russo, citado pela publicação BBC.
«Os resultados dos exercícios mostraram que, de maneira geral, tanto as autoridades como os operadores de telecomunicações estão prontos para responder efetivamente a possíveis riscos e ameaças, e garantir o funcionamento estável da internet e da rede de telecomunicações unificada da Rússia”, disse Alexey Sokolov, do ministério, citado pela agência de notícias russa Pravda. Ler + (...)

Sociedade Trocar ovos e pão branco por aveia ao pequeno almoço pode diminuir risco de AVC, sugere novo estudo

Para minimizar os riscos de AVC, os especialistas recomendam não fumar, fazer exercício regularmente, manter um peso saudável, controlar a pressão sanguínea, o colesterol e o açúcar no sangue, e seguir uma dieta rica em grãos integrais, frutas, legumes e verduras, proteína e gorduras limitadas.

Se a ementa do seu pequeno almoço inclui ovos ou torradas de pão branco, talvez seja melhor reconsiderar. De acordo com um nova investigação conduzida pela Universidade Aarhus, na Dinamarca, comer pequeno almoço todos os dias, pode reduzir os riscos de Acidente Vascular Cerebral (AVC). No geral, os participantes do estudo que comeram mais ovos e pão branco revelaram ter hábitos alimentares menos saudáveis ​​do que as pessoas que ingeriram mais aveia, e assim, diminuíram os riscos de AVC, segundo a Reuters. Ler + (...)

Tudo o que vai acontecer ao seu dinheiro em 2020





Ano novo, preços novos. Todos os anos a história repete-se: a mudança do calendário para um novo ano traz atualizações nos preços, subidas e descidas. Dos Salários aos impostos, passando pelas rendas, transportes e alimentação, saiba tudo o que muda de preço a partir do dia 1 de janeiro de 2020.

O salário mínimo nacional vai sofrer uma atualização em 2020, para 635 euros. A atualização representa um aumento de 5,8%, ou de 35 euros, em relação ao rendimento mensal atual e o Executivo de António Costa espera que a medida tenha impacto em pelo menos 720 mil trabalhadores. Ler + (...)

“E pró menino e prá menina!”

Interpretando os sinais da quadra
 
E o magno objectivo que urge se alcance

No comércio em geral como na “Feira da Ladra”…

É a segurança que importa se atinja… a todo o transe!

Curial será que brinquedo não rime com medo

Mister será que criança rime com segurança

E brinquedo, meio de recreação, com folguedo

Num mundo tecido de estreitos laços de confiança! ler + (...)

Contratos de fornecimento de serviços públicos essenciais

De Eça de Queirós a... Lobo Antunes.


As Reclamações por Actos & Omissões da Administração: O que compete ao cidadão


Bens de consumo. Garantia: algo real ou mera utopia?


" É pró menino e prá menina"!


quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

BOAS FESTAS


NESTE NATAL…
OFEREÇA SEGURANÇA!
SEJA INTÉRPRETE DE MUDANÇA!
PROCLAME COMO VECTOR PRIMACIAL
O DE UMA INALIENÁVEL SEGURANÇA!

E, ENTREMENTES,
PROMETA COM CONVICÇÃO
FAZER PARTE DOS PRESENTES
PARA AUREOLAR A EMOÇÃO!


Eis os votos que a apDC a todos dirige na quadra que se avizinha.

Natal de 2019

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

DECÁLOGO DO BRINQUEDO. Os dez mandamentos do brinquedo seguro…

Alerta aos governos: Gripe deste ano pode matar mais idosos e sobrecarregar ainda mais os hospitais





O Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) e a Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiram um alerta aos governos europeus sobre dois tipos de vírus da gripe que já começaram a circular, em simultâneo, neste Inverno. Podem causar uma elevada mortalidade entre os idosos e uma sobrecarga dos serviços de saúde.


O especialista em gripe do ECDC, Pasi Penttinen, disse à “TSF” que os vírus da gripe estão em circulação pela Europa, há cerca de duas semanas, e que revelam um cenário que deve colocar as autoridades de saúde de sobreaviso. Penttinen deixa o alerta: «Quando estes dois tipos, A(H3N2) e B, estão em circulação ao mesmo tempo é provável que seja uma época de gripe com consequências muito pesadas». Ler + (...)

Em dez anos, a fatura do Estado com o BPN já vai quase nos 5.000 milhões

A nacionalização do BPN já custou quase 5.000 milhões de euros ao Estado, diz o Tribunal de Contas. Mas contribuintes poderão ter de gastar mais dinheiro com o banco nacionalizado em 2008. 

 A fatura do Banco Português de Negócios (BPN) soma e segue. Os encargos do Estado com o banco nacionalizado há mais de uma década ascendem já a perto de 5.000 milhões de euros, de acordo com os últimos cálculos do Tribunal de Contas. Mas a conta para os contribuintes com os gastos da nacionalização ainda está aberta.

 No parecer sobre a Conta Geral do Estado de 2018, divulgado esta sexta-feira, o Tribunal de Conta diz quanto é que a nacionalização e reprivatização do BPN já afetou os cofres do Estado. Adianta que o custo orçamental com o banco subiu consideravelmente no ano passado: foram mais 829 milhões de euros em 2018, mais 75% do que em 2017. Feitas as contas, a fatura acumulada em dez anos ascende a 4.924 milhões de euros. Ler + (...)

Startup Barkyn vai doar meio milhão de refeições a cães em associações

Programa solidário entrega 500.000 refeições a 48 casas de abrigo para cães.

 A startup Barkyn anunciou que vai doar 500.000 refeições para cães que estão acolhidos em quase cinco dezenas de associações, no âmbito de uma iniciativa solidária. 

"Todos os cães merecem ser felizes. Criámos a Barkyn com a missão de entregar felicidade ao maior número de cães possível. Alimentar cães sem família é um enorme desafio sentido pelas associações e até um impedimento para lhes dar as condições necessárias para terem uma vida melhor. Com o Barkyn Smile vamos conseguir fazer felizes cerca de 450 cães todos os meses", refere o CEO André Jordão, citado num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. Ler + (...)

Google multada em 150 milhões por abuso de posição dominante

A autoridade da concorrência francesa aplicou uma multa de 150 milhões de euros à Google por abuso de posição dominante no mercado de publicidade na Internet da sua plataforma Google Ads, anunciou hoje o regulador.

Aquela autoridade, segundo a France Press, nunca tinha aplicado sanções ao gigante americano e pediu à Google "que esclareça as regras de operação da sua plataforma do Google Ads e os processos de suspensão de contas" de alguns anunciantes.
"É a terceira sanção" mais importante alguma vez aplicada por abuso de posição dominante pela Autoridade da Concorrência, disse, em conferência de imprensa, a presidente daquela autoridade, Isabelle de Silva, salientando que as regras da Google para a publicidade "devem ser claras". Ler + (...)

 

Assembleia da República chumba renacionalização dos CTT

A Assembleia da República rejeitou hoje dois projetos de lei e um projeto de resolução de PCP, BE e PEV no sentido da renacionalização dos CTT.

O documento dos comunistas, a estabelecer o regime de recuperação do controlo público daquela empresa, teve votos contra de PS, PSD, CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal, enquanto o PAN se absteve.
A iniciativa bloquista também mereceu o chumbo por parte de PS, PSD, CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal e a abstenção do PAN, enquanto a resolução de "Os Verdes" registou os mesmos votos contra, mas com o PAN a votar favoravelmente, ao lado de BE, PCP, PEV e Livre. Ler + (...)

 

OE2020: "Ataque" ao imobiliário vai encolher mais o arrendamento

A Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários acusou hoje o Governo de atacar o imobiliário na proposta de Orçamento do Estado e de "encolher" ainda mais o mercado do arrendamento, sem incentivar a construção ou reabilitação para arrendamento.

 O vice-presidente executivo da Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários (APPII), Hugo Santos Ferreira, em comunicado, afirma que, com as medidas proposta no Orçamento do Estado (OE2020), é "evidente que nenhum proprietário ou nenhum investidor vai querer arriscar investir" na atividade de construção ou reabilitação para arrendamento habitacional que "continuará a ser de altíssimo risco" em Portugal.

 O OE2020, entregue no parlamento na segunda-feira, contém apenas, segundo a associação, com "motivações meramente ideológicas", propostas que não respondem ao problema que o país enfrenta de necessitar de colocar mais oferta no mercado e que não criam medidas eficazes de fomento à promoção privada de mais habitações, especialmente para a classe média e para os jovens. Ler + (...)

INE: Menos consumo de energia e investimento recorde em Ambiente em 2018

O ano de 2018 fica marcado por menos consumo de energia, menos área ardida e despesas recorde no setor ambiental, mas envelhecimento do parque automóvel e menos produtividade no uso de recursos, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Nas Estatísticas do Ambiente 2018, hoje publicadas, o INE indica que 2018 foi "normal para a temperatura e para a precipitação", representando o segundo ano mais frio e o quarto com mais chuva por comparação com a década anterior e com mais dias de qualidade de ar "bom" graças a diminuições de mais de 10% nas concentrações de partículas inaláveis em relação a 2017.
A despesa em ambiente representou 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB), um aumento de 1% em relação ao ano anterior, e a despesa do Estado em atividades de proteção ambiental aumentou 12,2% em 2018 para 1.191 milhões de euros, com a gestão de resíduos a representar a fatia maior, com 435 milhões de euros, seguida da proteção da biodiversidade e paisagem, em que se gastaram 392 milhões de euros. Ler + (...)

 

Confiança dos consumidores recua em dezembro na zona euro e na UE

A confiança dos consumidores recuou em dezembro na zona euro e na União Europeia (UE), face ao mês anterior, segundo uma estimativa hoje divulgada pela Comissão Europeia.

Na zona euro, a confiança dos consumidores desceu 0,9 pontos, para -8,1, face a novembro, segundo dados divulgados pela Direção-geral dos Assuntos Económicos e Financeiros.
No conjunto da UE, o indicador recuou em dezembro 0,3 pontos para -7,0.
A Comissão Europeia nota que ambas estão acima das respetivas médias de longo prazo: -10,6 pontos na zona euro e -9,9 na UE.

20/12/19, por Lusa
Economia Bruxelas

 

Afinal a segurança do Windows 7 vai ser mantida depois do seu fim

O fim do Windows 7 é uma certeza! A 14 de janeiro do próximo ano deixará de ter suporte e entrará numa zona perigosa e sem qualquer atualização. Claro que pode continuar a ser usado, mas sem qualquer garantia de segurança.

Uma das dúvidas estava no suporte da sua ferramenta de segurança. As primeiras informações mostravam que seria terminada, mas afinal pode ser bem diferente. Novas informações mostram que vai continuar a ser mantida.

O Security Essential vai continuar a ser mantido

As primeiras informações que surgiram recentemente mostrava que o antivírus gratuito da Microsoft também deixaria de funcionar. O Security Essentials ia acompanhar o Windows 7 e perderia todo o suporte e atualizações de vírus.
Do que se sabe agora, esta informação estará incorreta e a Microsoft vai mesmo manter o suporte para esta ferramenta essencial. A informação inicial estaria errada e contrariava outra da Microsoft. Como pode ser lido aqui, o fim estaria também perto. Ler + (...)