[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Avaliação bancária sobe para 1.312 por metro quadrado em novembro

São mais oito euros do que no mês anterior, segundo o INE.

 A avaliação que os bancos fazem das casas na hora de conceder crédito habitação aumentou para 1.312 por metro quadrado em novembro, o que significa um acréscimo de oito euros face ao valor registado no mês anterior, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE), esta segunda-feira. 

"O valor médio de avaliação bancária foi 1.312 euros em novembro, mais oito euros que o observado no mês precedente. Este valor representa um aumento de 0,6% relativamente a outubro e de 8,0% face ao mesmo mês do ano anterior", pode ler-se no relatório do INE
Do ponto de vista regional, a maior subida face ao mês anterior foi registada na Região Autónoma dos Açores. Do lado oposto, as únicas descidas registaram-se na Região Autónoma da Madeira e no Norte. 
"Em comparação com o período homólogo, o valor médio das avaliações cresceu 8,0%. A taxa de variação homóloga mais elevada para o conjunto das avaliações verificou-se no Algarve (10,3%) e a menor foi registada na região do Centro (5,3%)", pode ler-se no relatório do INE

30/12/19,  por Beatriz Vasconcelos 
Economia Casas

Sem comentários: