[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Aves em Portugal estão a decair por causa da ação humana

As aves marinhas e dos campos agrícolas estão a morrer em Portugal, com perdas de populações que chegam aos 80% na última década, alertou hoje a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA).

Em comunicado, a SPEA afirma que "a degradação dos meios rurais e a intensificação da agricultura coloca muitas espécies em queda livre", enquanto outras atividades humanas como "a captura acidental nas pescas e a poluição luminosa" afetam especificamente as aves marinhas.
No relatório O Estado das Aves em Portugal 2019, a SPEA salienta que aves dos meios agrícolas como o pardal, o pintassilgo, a rola-brava, o picanço-barreteiro, a águia-caçadeira e o sisão mostram "declínios dramáticos (de 49% a 80%)" nos últimos 10 a 15 anos. Ler + (...)

 

Sem comentários: