[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Banco de Portugal admite que cobrar transferências no MB Way não terá sido "passo muito avisado"

O vice-governador do Banco de Portugal Luís Máximo dos Santos admitiu hoje que a passagem do MB Way de um serviço gratuito para pago poderá não ter sido "um passo muito avisado", mas considerou legítima a cobrança.

"Este é um daqueles casos em que pode não ter sido, se calhar, digamos, um passo muito avisado em termos de perceções, ter começado sem cobrar e passar a cobrar tempo depois", admitiu hoje Luís Máximo dos Santos sobre o serviço MB Way, numa audição na Comissão de Orçamento e Finanças, no parlamento, em Lisboa.
Apesar deste reconhecimento, o vice-governador considerou que não deve haver dúvidas que "neste caso há realmente a prestação de um serviço", pelo que a cobrança de uma comissão se lhe afigura "desse princípio, legítima". Ler + (...)

Sem comentários: