[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Impresa considera que concentração da Media Capital com a Cofina pode limitar "significativamente" a concorrência e o confronto de ideias

A Impresa considera que a concentração da Media Capital com a Cofina "tem o potencial de restringir significativamente a concorrência efetiva", bem como afetar a "efetiva expressão e confronto das diversas correntes de opinião".

Esta posição consta do projeto de decisão de não oposição da Autoridade da Concorrência (AdC) sobre a operação de compra da Media Capital pela Cofina, a que a Lusa teve acesso.
Além da Impresa, também a Global de Notícias (Global Media Group), Meo, NOS e Vodafone Portugal se apresentam como partes interessadas no âmbito da operação.
A dona da SIC adianta, na sua observação ao negócio, que a concentração entre a dona da CMTV e a detentora da TVI "reforçaria excessivamente o seu poder de influência na formação da opinião pública, com considerável impacto na vida de milhões de pessoas e nos destinos da própria sociedade portuguesa", lê-se no documento. Ler + (...)

Sem comentários: