[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Mercados China institui reconhecimento facial obrigatório para utilizadores de telemóveis

Entrou em vigor na China, no dia 1 de dezembro, uma norma que obriga que todos os clientes que estejam a aderir a um tarifario móvel sejam sujeitos a um reconhecimento facial. 

 O objetivo do governo de Pequim é «proteger os direitos legítimos e os interesses dos cidadãos no ciberespaço», escreveu o Ministério da Indústria e das Tecnologias de Informação chinês aos operadores. As empresas devem agora usar inteligência artificial e outros meios técnicos para guardar o rosto de todos os clientes que tentem comprar novos cartões SIM para os seus aparelhos. A medida visa, no fundo, controlar os utilizadores e limitar a sua capacidade de se permanecerem anónimos online.

Os grupos de ativistas dedicados à defesa da privacidade já se mostraram reticentes e afirmam que a política de analisar o rosto dos utilizadores leva as coisas demasiado longe, havendo ainda o risco de que os dados biométricos possam cair em mãos erradas, notica o QZ. Ler + (...)

Sem comentários: