[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Apenas um terço das lojas online cumpre normas europeias de defesa ao consumidor

A Comissão Europeia e as autoridades de proteção ao consumidor alertam comerciantes para se ajustarem à lei da UE. 

Bruxelas publicou os resultados de uma sondagem feita a quase 500 lojas eletrónicas de venda de produtos como roupa, calçado, mobílias, eletrodomésticos e outros bens. As lojas espalhadas por 27 países foram investigadas pelas autoridades da proteção do consumidor em coordenação com a Comissão Europeia. O resultado do estudo demonstra que dois terços dos websites sondados não estão em conformidade com os direitos de consumidor básicos da União Europeia.
O Comissário da Justiça, Didier Reynders, revelou que é inaceitável que os cidadãos europeus não sejam corretamente informados sobre os seus direitos relativamente às entregas online em 2 a cada 3 lojas digitais. A lei europeia confere aos consumidores o direito de devolver os bens 14 dias após a compra, o que dá uma maior confiança ao espaço de compras online. E esta informação não é corretamente apresentada aos mesmos. Ler + (...)

Sem comentários: