[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Habitação apoiada: a relutância do Estado e a "relação perigosa” com a construção civil

Os 100 anos do primeiro instrumento legal de habitação apoiada em Portugal foram marcados por “uma relutância do Estado” em assumir o papel de garantir casa a todos os cidadãos, avançou hoje o arquiteto e historiador Ricardo Costa Agarez.

“Houve muitos programas, muitas tentativas de se tratar do assunto, em termos de estratégia mais sólida e de maior duração. Esses programas ficaram sempre um pouco comprometidos por uma relutância do Estado em assumir, plenamente, o papel, por exemplo, de proprietário da habitação para as camadas com mais dificuldade em aceder ao mercado normal privado”, afirmou Ricardo Costa Agarez.
Autor do livro “A habitação apoiada em Portugal”, que integra os ensaios da Fundação Francisco Manuel dos Santos e que vai ser apresentado hoje em Lisboa, o arquiteto e historiador da arquitetura das cidades explicou que a intervenção do Estado, desde o primeiro diploma de habitação apoiada em 1918 até aos dias de hoje, tem sido de responder às solicitações e às necessidades de casa. Ler + (...)

Sem comentários: