[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 24 de março de 2020

Metade dos portugueses entre 25 e 64 anos não completou o secundário

Metade dos portugueses entre os 25 e os 64 anos não completou o secundário e apesar de cada vez menos jovens abandonarem os estudos, o país continua com uma das mais altas taxas de abandono da União Europeia (UE).

Segundo dados de 2018 hoje revelados pela Pordata, para assinalar o Dia Nacional do Estudante, entre os 27 países que integram a UE, Portugal tem o valor mais elevado (50%) de população dessa faixa etária sem ter completado o 12.ºano, seguido de Malta, Espanha, Itália e Grécia.
Apesar de, atualmente, os jovens entre os 18 e os 24 anos que abandonam os estudos sem concluir o ensino secundário serem cada vez menos -- o valor caiu de 44%, em 2001, para 23%, em 2011, e para 10%, em 2019 - a taxa de abandono precoce ainda é das mais elevadas no quadro da UE.
No entanto, cada vez são mais os jovens que optam por prosseguir para o ensino superior: desde o início do século XXI, a percentagem de pessoas entre os 30 e os 34 anos com ensino superior triplicou de 11,6%, em 2001, para 36,2%, em 2019. Ler + (...)

 

Sem comentários: