[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 30 de março de 2020

Novo lay-off pode chegar a um milhão de trabalhadores

Ministro da Economia diz que medida que facilita suspensão dos contratos de trabalho foi pensada para durar três meses. Empresas aderentes não poderem despedir, mas podem não renovar contratos. 

O ministro adjunto do primeiro-ministro admite que o novo regime do lay-off simplificado poderá vir a abranger um milhão de trabalhadores. Este é o cenário com que o Governo está a trabalhar e que corresponde a uma estimativa de custo de mil milhões de euros por mês, adiantou Siza Vieira ao Porto Canal numa entrevista que irá para o ar este domingo. O ministro da Economia acrescenta que a medida foi concebida para se prolongar por três meses, portanto até junho, o que elevaria a fatura aos três mil milhões de euros.
Este sábado, o Governo introduziu mais uma alteração ao regime do lay-off simplificado, a quarta, para assegurar que uma das condições desta facilidade é cumprida. As empresas que recorram a esta suspensão temporária dos contratos, financiada em 70% pelo Estado, não podem despedir trabalhadores, mesmo aqueles que não se encontram neste regime. Ler + (...)

Sem comentários: