[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 25 de março de 2020

Porque há tanta gente a sair à rua sem necessidade? Porque "fomos habituados a obedecer de mais", explica Coimbra de Matos

Parece contraditório, mas não é. A tendência social para a desobediência - um tema crítico quando o confinamento é fundamental para conter a propagação do vírus - explica-se, em parte, por termos sido educados no passado, em Portugal, numa cultura de obediência ou "domesticação". Desobedecer em contextos extremos é uma espécie de rebeldia.

À flor da pele, é assim que andamos todos por estes dias. Mas a crise também pode trazer consequências positivas, e quem sabe deixamos e ser a sociedade competitiva que somos para passar a ser uma sociedade mais cooperativa. A análise do psiquiatra Coimbra de Matos.
Aos 90 anos, António Coimbra de Matos, psiquiatra e psicanalista, nunca viu uma pandemia assim. Mas os anos de vida e de profissão já lhe mostraram muito, e se sabe alguma coisa, é que o ser humano tem uma enorme capacidade para se reinventar. Ler + (...)

Sem comentários: