[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 27 de março de 2020

Teste do pezinho, vacinas e consultas de vigilância não devem ser adiadas, avisa a DGS

A Direção-Geral da Saúde alerta que o teste do pezinho deve ser feito entre o 3.º e o 6.º dia de vida e não pode ser adiado, assim como as vacinas e as consultas de vigilância da saúde infantil e juvenil.

Numa nota divulgada no ‘site’, a DGS diz que os constrangimentos impostos pela pandemia de covid-19 podem constituir “um fator de agravamento de eventual desequilíbrio das dinâmicas familiares” e sublinha que se torna nesta altura relevante a “reavaliação do risco familiar e respetiva intervenção preventiva pelas equipas de família, com eventual suporte dos núcleos de apoio a crianças e jovens em risco”.
A autoridade nacional de saúde diz que não devem ser adiadas nem o rastreio ao recém-nascido previsto no Programa Nacional do Rastreio Neonatal (PNRN) – teste do pezinho -, nem as consultas de vigilância do Plano Nacional de Saúde Infantil e Juvenil (PNSIJ), nem o cumprimento do Programa Nacional de Vacinação (PNV). Ler + (...)

Sem comentários: