[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 25 de março de 2020

Um, dois ou 4,5 metros. Há uma distância social correta?

Há quem aconselhe a manter um metro de distância para evitar o contágio de coronavírus, mas também há países que recomendam um pouco mais. E pode chegar mesmo aos 4,5 metros. 

Numa altura em que aumentam os casos de coronavírus, as autoridades de saúde alertam para a necessidade de os cidadãos porem em prática o “distância social”. O objetivo é simples: diminuir o risco de contágio. Mas, na hora de pôr esse distanciamento social em prática, fica a dúvida: quanto é? Há quem defenda que se deve manter um metro, outros defendem que deve ser mais. No final, cada país adota a sua própria recomendação sobre qual é a distância de segurança.

 Logo que a epidemia começou a ganhar lastro na Europa, depois de ter infetado milhares de pessoas na China, onde o Covid-19 surgiu, Governo e Direção Geral de Saúde (DGS) começaram a falar na distância social que os cidadãos devem manter, assim como a necessidade de se lavar frequentemente as mãos para evitar o contágio.Ler + (...)

Sem comentários: