[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 30 de março de 2020

Uns dão desculpas, outros protestam, alguns voltam a sair. Os desobedientes que furam a ordem para ficar em casa

Da mulher apanhada no shopping duas vezes à emigrante que disse à polícia que achava que a quarentena era só de 14 horas. Desde domingo passado, PSP e GNR já detiveram 69 pessoas por desobediência.

O aviso é feito num tom condescendente por parte de um agente da PSP do Funchal para uma “menina” que tem mais de 70 anos. Maria (nome fictício) está sentada ao lado de uma paragem de autocarro, tranquilamente, e responde ao aviso com um insulto. Outro polícia intervém no mesmo tom para dizer que a “ambulância está a chegar”. Embora sentada, a mulher parece impaciente e, ao mesmo tempo, indiferente ao facto de ter à sua volta dois carros policiais e pelo menos quatro polícias, protegidos por máscaras e luvas, que não ousam aproximar-se dela. Só querem entregá-la às autoridades de saúde. Ler (...)

Sem comentários: