[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 13 de abril de 2020

Comissão Europeia dará passos para impedir China de comprar empresas europeias

Vestager quer que países entrem no capital de empresas que se tornaram vulneráveis por causa da pandemia para impedir entrada de chineses, tal como aconteceu na última crise. 

A vice-presidente da Comissão Europeia, Margrethe Vestager, considera que os Estados-membros devem entrar no capital de empresas afetadas pela pandemia, se necessário, para impedir que os chineses comprem posições e passem a controlar setores essenciais, tal como aconteceu na última crise, inclusive em Portugal (EDP e REN são dois exemplos).
Vestager, que é responsável pela pasta da Concorrência, está a preparar propostas para que os países europeus ganhem poderes que afastem empresas detidas pelo Estado chinês cuja concorrência é “injusta”. “Esta é uma das nossas principais prioridades”, assegurou ao Financial Times, referindo que o trabalho nesta área tem sido intensivo. Ler + (...)

 

Sem comentários: