[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 2 de abril de 2020

O isolamento social que começou mais cedo para pessoas com deficiência

Cuidados especiais com a higiene, sessões de fisioterapia canceladas, trabalhos em suspenso que dão impulso a novos livros ou a teses - o retrato de um isolamento social ditado pela covid-19 que começou mais cedo para pessoas com deficiência.

 Rui Machado, 36 anos, residente em Ermesinde, concelho de Valongo, está desde o dia 10 de março em casa. O estado de emergência foi decretado nove dias depois, mas a decisão já tinha sido tomada porque o técnico da APPACDM do Porto tem uma doença neuromuscular, pelo que pertence a um grupo de risco que obrigou a família a impor muitas regras em casa.

"Só o meu pai sai para fazer compras. Sai com proteção e quando chega abandona a roupa à entrada e vai tomar banho. Tudo o que entra em casa é higienizado", conta Rui Machado à agência Lusa.
Autor de cinco romances, o primeiro deles publicado em 2014 com o nome "Finalmente Mar", aproveita este período para fazer a revisão de um novo livro e abusa das chamadas telefónicas e videochamadas que, diz, "diminuem as saudades, mas pouco". Ler + (...)

Sem comentários: